China ultrapassa Alemanha e torna-se segunda potência no comércio mundial

23 November 2005

Pequim 23 Nov – O vice-ministro do Comércio chinês, Gao Hucheng, afirmou segunda-feira em Pequim que a China poderá ultrapassar a Alemanha e tornar-se na segunda potência comercial mundial se o comércio externo mantiver uma taxa de crescimento de 15 por cento ao ano.

Ao falar na Universidade de Pequim, Gao chegou a prever que a China poderá mesmo ultrapassar os Estados Unidos e tornar-se na maior potência comercial do planeta por volta de 2015 a 2020.

O vice-ministro adiantou que a China é o maior produtor mundial de 172 tipos de mercadorias, com a produção de tractores a ser 80 por cento do total mundial e a de relógios e de rádio com cassettes de 60 por cento.

Segundo Gao, o Produto Interno Bruto da China atingirá 15 biliões de yuan (1,8 biliões de dólares) este ano o que coloca o país no sexto lugar. No final do ano as reservas em divisas da China serão de 800 mil milhões de dólares.

O mais recente relatório ministerial indica que o comércio externo da China ultrapassará este ano 1,4 biliões de dólares, um acréscimo anual de 20 por cento, com as exportações a crescerem 26 por cento e as importações 18 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH