Exportações de petróleo de Angola para China sobem 7 vezes em 3 anos

1 December 2005

Luanda, Angola, 01 Dez – As exportações de petróleo angolano para a China subiram quase sete vezes entre 2001 e 2004, a mais significativa evolução entre os diversos países de destino, revelam dados do Banco Nacional de Angola.

No ano passado, a China comprou a Angola 3,71 mil milhões de dólares de petróleo bruto, o dobro do valor de 2003, reforçando a sua posição como segundo maior importador, e aproximando-se dos Estados Unidos, que compraram quantidades daquela matéria-prima no valor de 3,9 mil milhões de dólares.

Em 2001, as exportações angolanas de petróleo para a China valiam 528 milhões de dólares, valor que quase triplicou no ano seguinte.

No total, Angola vendeu ao estrangeiro petróleo bruto no valor de 12,44 mil milhões de dólares, quase o dobro do registado em 2000.

Os maiores importadores, depois da China e Estados Unidos, são Taiwan, com 694 milhões de dólares, França, com 642 milhões, e a Índia, com 606 milhões.

Em volume, as exportações de petróleo angolanas cresceram perto de 15 por cento, para 344,5 milhões de barris.

As exportações de produtos refinados de petróleo aumentaram cerca de 6,5 por cento, para 147,6 milhões de euros.

Depois de uma quebra entre 2000 e 2002, as exportações de gás recuperaram para 30,4 milhões de dólares em 2004, o dobro do registado no ano anterior.

O valor das vendas de diamantes manteve-se estável de 2003 para 2004, somando 789,6 milhões de dólares, e constituindo a quase totalidade das exportações não-petrolíferas, ainda segundo a instituição financeira pública angolana.

O investimento directo estrangeiro em Angola cresceu em quase dois mil milhões de dólares no ano passado, para 13,45 mil milhões. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH