Moçambique recebe 10,5 milhões de dólares do Banco Mundial para reformar sector financeiro

5 December 2005

Maputo, Moçambique, 05 Dez – Moçambique vai receber 10,5 milhões de dólares do Banco Mundial, a título de empréstimo com condições preferenciais, para reformas no sector financeiro, nomeadamente na banca privada e pública e entidades governamentais, anuncou hoje o banco Mundial.

O Banco Mundial revelou que o Projecto de Assistência Técnica ao Sector Financeiro vai passar por introduzir um novo sistema internacional de prestação de contas para bancos comerciais e empresas, a fim de melhorar a transparência e eficiência financeira dos diversos agentes económicos.

Outro objectivo é reforçar as capacidades do Banco de Moçambique na supervisão e gestão do sector bancário e da infra-estrutura financeira.

Está ainda prevista a criação de um depósito central de activos financeiros e a reorganização e fortalecimento do Departamento de Dívida Pública do Ministério das Finanças de Moçambique.

O objectivo do projecto, refere o Banco Mundial, é “melhorar a solidez e eficiência do sistema financeiro moçambicano, para que possa cumprir o seu papel de contribuir para o crescimento económico e redução da pobreza”.

O empréstimo é feito a 40 anos, incluindo um período de carência de 10 anos, implicando para o Estado moçambicano despesas (assinatura e serviço) de um por cento sobre o valor total concedido.

O programa para reforço do sistema financeiro de Moçambique, no qual se integra o projecto agora anunciado, conta com o apoio do Banco de Desenvolvimento Africano, Departamento para o Desenvolvimento Internacional, Associação Sueca para o Desenvolvimento Internacional, Cooperação Técnica Alemã (DTZ) e Fundo Alemão para a Reconstrução (KFW).

A economia moçambicana deverá crescer 7,7 por cento este ano, de acordo com as últimas projecções do Fundo Monetário Internacional.

A mesma instituição espera que a inflação recue dos 9,1 por cento do ano passado para oito por cento em 2005. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH