Moçambique recebe 10 milhões dólares do Banco Mundial para eco-turismo e ambiente

6 December 2005

Maputo, Moçambique, 06 Dez – Moçambique vai receber 10 milhões de dólares do Banco Mundial para projectos de eco-turismo e conservação ambiental, anunciou a hoje a instituição financeira de ajuda ao desenvolvimento.

O montante, concedido a título de empréstimo livre de juros, será aplicado em projectos em três zonas trans-fronteiriças de cooperação – Chimanimani, Lubombo e Grande Limpopo.

O projecto, cujo crédito foi aprovado pelo Banco Mundial, representa a segunda fase de uma iniciativa de 15 anos, conhecida como as Áreas de Conservação Trans-fronteiriças, que visa a preservação da biodiversidade na África Austral e estimular a cooperação entre os países da região no desenvolvimento sustentável.

Para o responsável pelo projecto, Jean-Michel Pavy, o projecto “vai aumentar receitas para as comunidades, através do crescimento do turismo ambientalmente sustentável nas áreas designadas”.

“Vai ainda apoiar os esforços do Governo para melhorar o ambiente empresarial, tendo em vista estimular os investimentos do sector privado e o crescimento económico estimulado pelo sector privado”, adiantou o mesmo responsável.

Na semana passada, o Banco Mundial aprovou um outro empréstimo de 10 milhões de dólares a Moçambique, para apoio à reforma do sector financeiro, nomeadamente da banca privada e pública. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH