Mercado brasileiro de software é o 15º do mundo

12 December 2005

São Paulo, Brasil, 12 Dez (Lusa) – O mercado brasileiro de programas para computador, com uma facturação anual de cerca de seis mil milhões de dólares, é o 15º maior do mundo, segundo um estudo hoje tornado público.

O estudo revelou que o Brasil tem 7.700 empresas no sector, das quais 1.800 dedicadas ao desenvolvimento, 4.200 à distribuição e 1.700 à prestação de serviços.

O estudo, o primeiro realizado no sector no Brasil, foi desenvolvido pela Associação Brasileira das Empresas de Softwares (Abes).

A facturação das empresas brasileiras representa apenas 0,96 por cento da facturação total do sector em todo o mundo, que foi de 617 mil milhões de dólares, no ano passado.

Para além do Brasil, a China é o único país em desenvolvimento entre os 15 principais produtores mundiais de softwares, salienta o estudo.

As empresas norte-americanas são líderes do sector, com uma facturação de 268 mil milhões de dólares, ou 43,5 por cento do total.

Os 15 países primeiros colocados no ranking respondem por 90 por cento do mercado mundial de programas, refere o estudo da Abes.

A maioria das empresas brasileiras do sector (94 por cento do total) é de pequena dimensão, disse o presidente da Abes, Jorge Sukarie.

Do total da facturação do sector no Brasil, 3,6 mil milhões de dólares vêm da prestação de serviços e os 2,4 mil milhões de dólares restantes da comercialização de licenças ou do desenvolvimento de novos programas.

Criada há 19 anos, a Abes, a principal entidade brasileira do sector, tem mais de 700 empresas associadas, que representam cerca de 85 por cento do sector. (macaubub)

MACAUHUB FRENCH