Mozal financia construção de instituto industrial

13 December 2005

Boane, Moçambique, 13 Dez – O lançamento da primeira pedra do instituto industrial do distrito de Boane, nos arredores da capital, a ser comparticipado em 3 milhões de dólares pela Mozal, teve lugar segunda-feira na presença da governadora da província de Maputo.

Telmina Pereira e o director da fábrica de alumínio Mozal, Carlos Mesquita, participaram na cerimónia em que, além de ter sido lançada a primeira pedra, o futuro instituto industrial foi baptizado com o nome do actual presidente da República de Moçambique, Armando Guebuza.

O Instituto Industrial Armando Guebuza terá 60 salas de aula. A Mozal é o principal financiador deste projecto mas outras indústrias localizadas no Parque Industrial Beluluane, onde a fábrica de alumínio funciona, deverão igualmente contribuir para a construção do futuro instituto industrial.

Quiteria Mabote, directora nacional do Ensino Técnico, Profissional e Vocacional, revelou que este instituto vai ainda beneficiar de um projecto financiado pelo Banco Mundial e pela Agência para a Cooperação da Dinamarca (DANIDA) que visa reabilitar as escolas técnicas do país.

A Mozal é detida maioritariamente pela BHP Billiton Aluminium, subsidária do grupo australiano BHP Billiton. Em 2004, o grupo, o maior mundial na exploração mineira, obteve receitas de 9,6 mil milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH