Governo de Angola investe 4 mil milhões de dólares num plano ferroviário a 10 anos

14 December 2005

Luanda, Angola, 14 Dez – O plano governamental de um sistema ferroviário nacional de Angola vai custar 4 mil milhões de dólares e estará pronto em 2016, de acordo com a última edição do Jornal Angolense de Luanda.

O semanário, que cita o ministro dos Transportes André Luís Brandão, diz que o plano contempla tanto a reabilitação das linhas já existentes como a construção de uma nova que ligará Luanda a Cabinda, passando pelo Uíge e Zaire (províncias na região Noroeste de Angola).

O ministro diz ainda que as três grande linhas ferroviárias do país – Luanda – Malange, Lobito – Moxico (chamado Caminho de Ferro de Benguela) e Namibe – Menongue (zona Sul do país) – vão ser reabilitadas no sentido de passarem a dispor de ligações internacionais com os países vizinhos de Angola.

André Luíz Brandão afirmou ainda ao Jornal Angolense ser preciso criar um sistema de transportes que, atendendo à dimensão do país, permita levar grandes quantidades de mercadorias ou equipamentos para longas distâncias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH