Venda de subsidiárias da companhia aérea brasileira Varig adiada para dia 19

14 December 2005

São Paulo, Brasil, 14 Dez – A TAP – Transportes Aéreos Portugueses tem de decidir até dia 19 se pretende cobrir a proposta apresentada pela Docas Investimentos do Brasil para adquirir as empresas Varilog e VEM, duas subsidiárias da transportadora aérea brasileira Varig, foi hoje anunciado.

Nos termos do acordo assinado em Novembro entre a TAP e a Varig, a transportadora aérea portuguesa afirmou pretender comprar as duas empresas por 50 milhões de dólares, 32,8 milhões dos quais financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES).

Caso a Varig recebesse uma proposta de valor superior, a TAP teria a possibilidade de cobrir essa proposta ou, retirando-se da corrida, receber um prémio correspondente a 20 por cento do capital a investir, 12,5 milhões de dólares.

O grupo brasileiro Docas Investmentos propôs-se terça-feia adquirir 25 por cento do capital de controlo Varig por 112 milhões de dólares e pagar ainda 111,8 milhões de dólares para comprar as duas subsidiárias VEM (manutenção) e VariLog (cargas).

A 8 de Novembro passado, a empresa Aero-LB, que tem como sócios a TAP, a Geocapital, do magnata dos casinos de Macau Stanley Ho, e um fundo brasileiro de investimento, fez a oferta para adquirir as duas empresas.

Na mesma altura a TAP ofereceu igualmente um empréstimo de 40 milhões de euros à Varig, uma das condições previstas no acordo de aquisição das duas subsidiárias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH