Metade do caminho-de-ferro de Benguela está desminado

20 December 2005

Lobito, Angola, 20 Dez – Cerca de setecentos quilómetros de linha férrea, no troço Lobito (Benguela) à cidade do Kuito, província do Bié, foram já desminados pelas equipas especializadas, garantiu segunda-feira no Lobito o director-geral dos Caminhos de Ferro de Benguela (CFB), Daniel Quipaxi.

O CFB tem 1.301 quilómetros de linha e é a única ferrovia que liga a África Central ao Atlântico.

Daniel Quipaxi, disse ao secretário executivo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, o moçambicano Tomaz Augusto Salomão, durante uma visita ao Lobito, que estão criadas as condições para se dar início à reabilitação do CFB, pois que a questão da desminagem deixou de ser obstáculo neste troço.

Para o primeiro semestre de 2006, prevê-se a conclusão da desminagem do troço do Kuito ao Luau, província de Moxico, no centro de Angola.

Entretanto, as brigadas de reabilitação da linha-férrea darão início aos trabalhos nas zonas já desminadas.

Estima-se que a reabilitação do CFB poderá custar aproximadamente 300 milhões de dólares norte-americanos, apoiados numa linha de crédito concedida pela China.

A construção do CFB teve início em Março de 1903 e levou 26 anos até à conclusão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH