FMI aplaude evolução da economia de Moçambique e concede 2,3 milhões de dólares

21 December 2005

Washington, EUA, 21 Dez – O Fundo Monetário Internacional (FMI) manifestou-se hoje “ satisfeito” com a evolução da economia de Moçambique em 2005 e aprovou um empréstimo adicional de 2,3 milhões de dólares para projectos de dinamização da economia e redução da pobreza.

Apesar do aumento do preço do petróleo e impacto da seca deste ano, referiu o director-adjunto do FMI, Takatoshi Kato, “a economia moçambicana continuou a registar um bom desempenho em 2005, e as autoridades devem ser congratuladas”, em particular pela “manutenção da estabilidade macroeconómica”, “robusto crescimento económico” e “bom desempenho fiscal”.

O FMI, que completou na segunda-feira a discussão do programa de apoio à economia de Moçambique, encoraja as autoridades a prosseguirem com as reformas do sector público, descentralização da administração e a tirar partido da oportunidade de desenvolvimento que apresenta a tomada de controlo da barragem de Cahora Bassa.

Na sequência da avaliação desta semana, a terceira feita pelo FMI, as autoridades moçambicanas vão receber mais 2,3 milhões de dólares para projectos de dinamização da economia e redução da pobreza.

O total concedido pelo FMI a este título eleva-se a 9,4 milhões de dólares. Os empréstimos do Fundo têm uma taxa de juro anual preferencial de 0,5 por cento, e um prazo de amortização de 10 anos, com um período de graça superior a cinco anos nos principais pagamentos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH