Portuguesa EDIA vai iniciar mapeamento digital da Guiné-Bissau

11 January 2006

Bissau, Guiné-Bissau, 11 Jan – A empresa portuguesa EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-Estruturas do Alqueva vai dar início ao mapeamento digital da Guiné-Bissau e formação de quadros locais após ter ganho o concurso internacional lançado pelo governo de Bissau.

De acordo com um comunicado da empresa, o projecto piloto que irá decorrer ao longo de 18 meses incidirá sobre os 12 principais centros urbanos, a que corresponde uma área aproximada de 6 mil hectares.

Esse projecto piloto inclui a produção de ortofotomapas (que permitem uma fácil e rápida percepção do usos do solo) a diferentes escalas, o cadastro da cidade de Bissau e a implementação de um Sistema de Informação Geográfica criado a partir da cartografia digital.

A EDIA, através do seu Centro de Produção Cartográfica, irá ainda proceder à formação de quadros guineenses que irão garantir o funcionamento de uma Unidade de Gestão Territorial, com produção de cartografia e cadastro.

O Centro de Produção Cartográfica foi criado para garantir a auto-suficiência da empresa no domínio da produção geográfica, nomeadamente modelos digitais de terreno, ortofotomapas e cartografia vectorial a qualquer escala. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH