Santogal disputa com SHA importação de automóveis chineses para Portugal

16 January 2006

Lisboa, Portugal, 16 Jan – A Santogal vai disputar com a Sociedade Hispânica de Automóveis (SHA) a importação de automóveis chineses para Portugal, que acredita terem grande potencial de vendas, afirmou o presidente da empresa, Fernando Martorell, ao Diário Económico.

O presidente da SHA, Hipólito Pires, afirmou ao Macauhub na semana passada que os dos primeiros modelos da Geely, já homologados em Portugal, começarão a ser comercializados em Julho, e adiantou ainda que está a negociar com um segundo fabricante chinês a importação de um veículo comercial e uma carrinha “pick-up”.

Ao Diário Económico, Martorell também se escusou a revelar quais os fabricantes chineses que pretende representar em Portugal, mas confirmou que está a avaliar potenciais parcerias, após uma deslocação à China no final do ano passado.

“Queremos primeiro avaliar o impacto no mercado, já que o horizonte de comercialização é 2007 e 2008”, afirmou Martorell, que adopta uma postura cautelosa.

Os automóveis chineses, afirmou, “estão ainda muito longe de cumprir os requisitos exigidos quer em termos de ambientais, quer em termos de segurança”, adiantou o presidente da Santogal.

Os dois modelos da Geely a comercializar em Portugal – “CK” e “MA503” – concorrem no segmento que tem actualmente como lideres de mercado o Opel Astra e Renault Mégane, mas com preços inferiores.

A SHA será ainda responsável pela comercialização em Espanha, que arrancará mais tarde, e está a estudar também a introdução dos Geely em Angola.

Também a preparar a sua entrada em Portugal e Espanha está a Jiangling, através da importadora espanhola Sino Motors.

A Chery tem em curso a abordagem ao mercado espanhol, em parceria com o grupo Bergé, que será uma plataforma para a América Latina, onde se acredita existir grande potencial para os veículos chineses de baixo preço. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH