TAP vende participação na Air Macau se receber “boa” oferta

17 January 2006

Lisboa, Portugal, 17 Jan – A TAP está disponível para vender a sua participação na Air Macau, 20 por cento do capital, caso receba uma proposta considerada “boa” financeiramente, mas não está a negociá-la, afirmou fonte oficial da transportadora aérea portuguesa.

“Podemos vender a participação, se aparecer uma boa oferta, mas não estamos aflitos para vender”, afirmou ao Macauhub a mesma fonte da TAP.

A venda da participação era uma das soluções apontadas pela administração da TAP, presidida pelo brasileiro Fernando Pinto, para equilibrar as contas da transportadora, fortemente penalizadas no ano passado pela subida do preço dos combustíveis, que deverão mesmo fechar em prejuízo.

Actualmente, referiu a mesma fonte, “não há quaisquer negociações ou manifestações de interesse. Se aparecerem, serão analisados”, tendo em particular atenção “a proposta financeira”.

A mesma fonte escusa-se a avançar com estimativas do valor da participação, mas refere que a administração da transportadora “tem avaliações em mãos que lhe permitem ter uma noção exacta do que é uma boa proposta”.

A Air Macau tem actualmente como principal accionista a China National Aviation Corporation (Macau), com 51 por cento do capital.

Além da TAP, participam ainda na transportadora de Macau a STDM (14 por cento), Evergreen Airway Services (5 por cento), Região Administrativa Especial de Macau (5 por cento), entre outros.

A transportadora tem uma das mais jovens frotas da Ásia, composta por 7 Airbus A321, 1 Airbus A320, 5 Airbus A319 e 5 aviões de transporte A300B4F.

Criada em Setembro de 1994, a transportadora opera actualmente 16 destinos: Pequim, Bagkok,Chengdu, Guilin, Haikou, Sanya, Kunming, Nanjing, Xangai, Shenzhen, Xiamen, Manila, Seoul, Busan, Kaohsiung and Taipei. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH