Cantão é a cidade chinesa que mais automóveis exportou em 2005

25 January 2006

Cantão, China, 25 Jan – A “joint-venture” Honda (China) exportou em 2005 para a Europa 9.698 veículos ao preço unitário de 14 mil dólares fazendo de Cantão a cidade chinesa que mais automóveis vendeu ao estrangeiro, escreve hoje a imprensa local.

Estes números indicam que a cidade exportou mais automóveis do que qualquer outra e conseguiu duas vezes a média nacional em termos de valor.

Embora a atenção global se concentre em fabricantes como a Geely, com sede em Zhejiang, que garantiu em Detroit que ia colocar no mercado norte-americano automóveis a menos de 10 mil dólares, a realidade é que a maior parte dos veículos exportados são carrinhas básicas, carros de baixa cilindrada e mesmo veículos para golfe.

A Honda, por seu turno, consegue competir nos mercados internacionais e, embora a empresa apenas tenha começado a exportar em Junho de 2005, conseguiu representar 43 por cento de todos os automóveis exportados com cilindradas de 1 a 1,5 litros.

A Honda (China) fabrica o modelo Jazz de 1,2 e 1,4 litros para venda na Europa, numa “joint-venture” controlada pela empresa japonesa em 65 por cento, em 25 por cento pela Guangzhou Auto e 10 por cento pela Dongfeng Motor.

A meta de produção para este ano é de 25 mil automóveis. A Honda também faz automóveis na China para o mercado doméstico numa outra fábrica em Guangzhou com uma capacidade de produção de 360 mil veículos.

Em 2005, a China exportou 1,08 milhões de veículos no valor de 1,9 mil milhões de dólares. Cerca de 65 por cento deste total foram automóveis com menos de 1 litro de cilindrada e cerca de um terço foram carros para golfe e para a neve. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH