Chevron iniciou exploração comercial de petróleo do campo Belize, em Angola

26 January 2006

San Ramon, Estados Unidos, 26 Jan – O grupo norte-americano Chevron Corp anunciou quarta-feira que a sua subsidiária Cabinda Gulf Oil (CABGOC) iniciou a produção comercial de petróleo no campo Belize, no Bloco 14, em Angola.

Os campos Benguela, Belize, Lobito e Tomboco constituem o complexo BBLT, um dos “5 Grandes” projectos da Chevron.

O complexo BBLT fica localizado a cerca de 80 quilómetros da costa em frente à bacia do baixo Congo e a 396 metros de profundidade.

O Campo “Belize” faz parte do Bloco 14, onde desde Dezembro de 1999 se encontra em produção o Campo “Kuito”.

A segunda fase do projecto, que compreende os Campos Lobito e Tomboco tem arranque previsto para Julho deste ano.

Cobre aproximadamente 4 mil quilómetros quadrados em águas com profundidades de 180 a 1.800 metros.

A Chevron é o operador do Bloco 14 com 31 por cento do capital. As restantes empresas envolvidas neste Bloco são a Sonangol Pesquisa e Produção, ENI Angola Exploration e TotalFinaElf Exploration & Production Angola com 20 por cento cada e a Galp – Exploração e Produção Petrolífera com 9 por cento.

Na exploração offshore (no mar), além do Bloco 14, a Galp Energia está presente também no Bloco 33 (cinco por cento) e no Bloco 32 (cinco por cento).

Ainda em Angola, em terra (onshore), a Galp Energia detém uma participação de 20 por cento no Bloco Cabinda Centro, cuja fase de pesquisa já se iniciou.

A estratégia de exploração e produção da Galp Energia assenta também no Brasil, onde a empresa detém um total de participações em 54 blocos, 30 dos quais adquiridos muito recentemente.

Dez blocos estão localizados em águas profundas e 44 em terra, cabendo à Galp Energia a responsabilidade da operação em 29 destes blocos terrestres, onde detém 50 por cento de participação.

Com o início da exploração do campo Belize a Galp Energia vai duplicar a sua produção diária de petróleo de 5 mil para 10 mil barris.

O objectivo da empresa é atingir, a médio prazo, uma produção própria de 80 a 100 mil barris de petróleo por dia, correspondentes a 30 por cento da capacidade de refinação da Galp.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH