União Europeia vai recuperar 350 km de estradas na Guiné-Bissau

13 February 2006

Bissau, Guiné-Bissau, 13 Fev – A União Europeia vai financiar a reabilitação de 350 quilómetros de estradas que ligam varias localidades no Norte e centro da Guiné-Bissau, nos termos de um programa assinado sexta-feira em Bissau.

Frank Nulli, chefe da missão da União Europeia em Bissau, informou que os “25” já mobilizaram o equivalente a 9,1 milhões de euros para financiar os trabalhos de reabilitação das estradas seleccionadas.

O ministro das Obras Públicas da Guiné-Bissau, Carlitos Barai, destacou a prontidão com que a União Europeia respondeu ao apelo das autoridades guineenses para a reabilitação das infra-estruturas rodoviárias do país, em avançado estado de degradação e anunciou que as obras deverão começar em breve a fim de evitar a época das chuvas, a partir de Maio.

A União Europeia já financiou a construção das duas maiores pontes do país.

A ponte Amílcar Cabral, construída sobre o rio Mansoa, é a maior obra de engenheira civil na Guiné-Bissau e custou cerca de 28 milhões de euros. À espera de adjudicação está a ponte sobre o rio Cacheu, próxima à fronteira com o Senegal.

As obras de reabilitação das estradas serão executadas pela empresa argelina Arezki, sob supervisão consultora de fiscalização CIRA, do Mali. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH