Empresários portugueses reúnem-se em Timor-Leste para estudar investimentos

20 February 2006

Díli, Timor-Leste, 20 Fev – Empresários portugueses participam quarta-feira em Díli numa conferência organizada pelas autoridades timorenses sobre as oportunidades de investimento em Timor-Leste, anunciou sábado o primeiro-ministro Mari Alkatiri.

A iniciativa, que coincide com a visita oficial que o presidente de Portugal, Jorge Sampaio, faz a Timor-Leste tem a presença de empresários portugueses nomeadamente Carlos Monjardino, da Fundação Oriente, Fernando Gomes, da GALP Energia, Rui Nabeiro, dos cafés Delta, Álvaro Roquete, da Portugal Telecom, Rui Palma, da Edinfor, João Correia Pinto, da Caixa Geral de Depósitos, e António Couto, da ENSUL.

Participa ainda no encontro o magnata do jogo de Macau, Stanley Ho, que possui interesses económicos em Timor-Leste e pretende expandi-los.

Na conferência de doadores de Maio de 2002, as autoridades timorenses solicitaram uma ajuda internacional que totalizou 90 milhões de dólares.

Portugal assumiu uma contribuição trienal a Timor-Leste de nove milhões de dólares, sendo a coordenação deste projecto, designado Programa de Apoio Transitório, feita pelo Banco Mundial.

Outra área em que Portugal está presente é o Trust Fund for East Timor (TFET), um fundo no valor global de 176 milhões de dólares que visa apoiar a reconstrução e o desenvolvimento de Timor-Leste e em que Portugal, com o compromisso assumido de 50 milhões de dólares, figura entre os principais doadores.

Timor-Leste é actualmente o principal destinatário da cooperação bilateral portuguesa.

Entre 1999 e 2005, Portugal financiou projectos de desenvolvimento no valor acumulado de cerca de 200 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH