China anuncia redução da dívida aos países africanos de língua portuguesa

28 February 2006

Pequim, China, 28 Fev – O vice-ministro do Comércio chinês, Wei Jianguo, anunciou segunda-feira em Pequim que a China vai reduzir a dívida dos países africanos de língua portuguesa, mas sem adiantar pormenores.

Wei Jianguo falava na conferência de imprensa de apresentação do segundo encontro ministerial do Fórum Macau, que decorrerá em Setembro na Região Administrativa Especial de Macau.

Wei Jiaguo não especificou quais os países lusófonos que vão beneficiar da redução da dívida, qual o valor total da redução ou que percentagem será perdoada.

Em Setembro de 2005, num discurso na ONU por ocasião do 60º aniversário da instituição, o presidente chinês Hu Jintao anunciou a redução de dívidas e a atribuição de 8,4 mil milhões de euros em empréstimos de baixos juros aos países menos desenvolvidos e em vias de desenvolvimento, bem como a isenção de tarifas aduaneiras para as exportações dos 39 países mais pobres.

O Departamento de Ajuda Internacional do Ministério do Comércio da China, contactado pela agência noticiosa portuguesa escusou-se a revelar os números da dívida dos países africanos de língua portuguesa à China, referindo no entanto que “esses dados poderão eventualmente ser divulgados durante a segunda reunião ministerial do fórum”.

Nenhuma das embaixadas dos países africanos de língua portuguesa em Pequim revelou o valor da dívida do respectivo país, mas sabe-se que, em finais de 2004, a China atribuiu a Angola um empréstimo de juros baixos no valor de 2,3 mil milhões de dólares para a reconstrução de vias férreas e edifícios administrativos.

Em Janeiro, a China aprovou um empréstimo de 2,4 milhões de dólares a Cabo Verde e outro de cerca de três milhões de dólares à Guiné-Bissau, para obras de reabilitação de casernas, residências de militares e do hospital regional de Canchungo, no norte do país.

Em 1999, a China perdoou 22 milhões de dólares da dívida de Moçambique ou 69 por cento do total da dívida moçambicana à China na altura. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH