Reabilitação do troço que liga Huambo e Bié a Luanda pronta dentro de 14 meses

3 March 2006

Huambo, Angola, 03 Mar – As empresas Mota-Engil e Paviterra, Monte e Monte e Intrarod vão recuperar os 600 quilómetros de estradas que ligam as províncias do Huambo e do Bié a Luanda, em Angola, anunciou quinta-feira o governo.

Os trabalhos, avaliados em 80 milhões de dólares, deveráo estar concluidos sensivelmente em meados de 2006 revelou o Instituto de Estradas de Angola (INEA) após a adjudicação das obras aos empreiteiros.

O anúncio foi feito pelo ministro das Obras Públicas, Higino Carneiro, na cidade do Huambo, no termo da cerimónia de assinatura do auto de consignação da empreitada de reabilitação da estrada Huambo/Alto Ama, Alto Ama/Ponte do Rio Queve e Huambo/Kuito.

O traçado foi subdividido em três lotes, com intuito de permitir que as empresas construtoras envolvidas realizem os trabalhos de acordo com os prazos estipulados, segundo o ministro das Obras Públicas, Higino Carneiro.

A referida via rodoviária será dotada de uma plataforma de 10 metros de largura em toda extensão, contra os sete actualmente existentes, com uma faixa de rodagem constituída por duas vias.

O projecto de reabilitação enquadra-se no programa de reparação de infra-estruturas rodoviárias aprovado recentemente pela comissão permanente do Conselho de Ministros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH