Angola vai concessionar exploração das linhas de caminhos-de-ferro

6 March 2006

Lisboa, Portugal, 06 Mar – O governo angolano vai concessionar a privados a gestão das linhas de caminhos-de-ferro de Luanda, Benguela e Moçâmedes, um negócio que conta com o interesse de empresas da China e Índia, noticia a últia edição da “newsletter” Africa Monitor.

O boletim de informação adianta que os planos do Governo prevêem que as três vias sejam tuteladas por uma “holding” do Estado, responsável pelo controlo do sistema ferroviário.

Para cada uma das vias, actualmente a ser reabilitadas, pretende-se celebrar contratos de gestão privada com empresas internacionais, adianta o boletim editado em Lisboa.

O negócio conta com o interesse de empresas ferroviárias da China e Índia, algumas das quais fabricantes de carris e material circulante.

São empresas daqueles dois países que estão a conduzir os trabalhos de reabilitação das três vias, como o consórcio China International Fund, responsável pela recuperação do caminho-de-ferro de Benguela. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH