Caminhos de Ferro de Moçambique criam empresa de leasing e investem 70 milhões de dólares

7 March 2006

Maputo, Moçambique, 07 Mar – Os Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) criaram uma empresa de “leasing” que irá deter alguns dos seus activos e têm em curso investimentos de perto de 70 milhões de dólares na reabilitação de material e vias, noticiou segunda-feira a imprensa local.

A nova empresa de “leasing”, denominada Xitimela Leasing, terá sob sua gestão directa 19 locomotivas, que estão actualmente a ser modernizadas, de acordo com o diário Zambeze.

Este equipamento será já a partir deste ano alugado a operadores ferroviários no país e na região.

A nova empresa será detida em 67,5 por cento pela CFM e 32,5 por cento por parceiros privados, adianta o diário moçambicano.

A CFM, que gere a ferrovia e principais portos do país, está a executar investimentos no sector avaliados em 70 milhões de dólares.

O principal investimento, 31 milhões de dólares, prende-se com a modernização de 45 locomotivas.

O restante reparte-se pela modernização de vagões (20 milhões de dólares) e reabilitação das linhas férreas de Ressano Garcia (12 milhões de dólares), de Goba e ramal de Salamanga (7 milhões de dólares), e dos ramais de acesso aos Portos de Maputo e Matola. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH