Mais de 150 empresas brasileiras querem entrar no centro de distribuição em Portugal

7 March 2006

Lisboa, Portugal, 07 Mar – Mais de 150 empresas brasileiras querem entrar no centro de distribuição de produtos do país em Portugal, a inaugurar em Junho, um número que supera as estimativas iniciais, revelou hoje a Agência para a Promoção das Exportações (APEX) brasileira.

Face ao número de empresas interessadas, o centro, que funcionará para os mercados de Espanha e Portugal, deverá ter uma dimensão maior do que o previsto, e ultrapassar o congénere de Miami, Estados Unidos, o primeiro aberto pela APEX, adianta o Jornal de Negócios na sua última.

A estimativa inicial para o centro português era de 100 empresas, com uma facturação anual global de perto de 300 milhões de euros.

A APEX está actualmente a avaliar três locais onde o centro poderá ficar instalado, prevendo-se que uma decisão final quanto à localização seja tomada ainda durante este mês.

Recentemente, o secretário de Estado do Comércio português, Fernando Serrasqueiro, afirmou que foram concedidos e até “superados” os requisitos fiscais reclamados pela APEX para instalação do centro.

Entre estes está a isenção de tarifas sobre armazenamento de produtos em porto seco, adiantou.

Portugal pretende que estes incentivos sejam retribuídos pelo governo brasileiro num futuro centro de distribuição de produtos no Brasil. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH