Lucro da brasileira Vale do Rio Doce aumentou 61 por cento em 2006

8 March 2006

São Paulo, Brasil, 08 Mar – O lucro da Vale do Rio Doce aumentou 61,7 por cento para 10,44 mil milhões de reais em 2005 face a 2004, anunciou terça-feira a maior produtora mundial de minério de ferro.

Trata-se do maior lucro de sempre de uma empresa privada de capital aberto na América Latina, segundo análise da empresa de consultoria brasileira Economática.

A China foi o maior cliente no estrangeiro, com a compra de 56,5 milhões de toneladas de minério de ferro, o que representou 22,4 por cento do total das vendas, salienta a empresa em comunicado.

Outros grandes compradores da Vale do Rio Doce no estrangeiro foram Japão (10 por cento), Alemanha (9,7 por cento), França (4,7 por cento), Coreia do Sul (4,2 por cento) e Itália (3,9 por cento).

As exportações totais da Vale do Rio Doce ascenderam a sete mil milhões de dólares (5,88 mil milhões de euros), o que representou 14,1 por cento do saldo positivo da balança comercial do Brasil em 2005.

Contribuíram para o resultado recorde o aumento do preço do minério de ferro no mercado internacional, que chegou a 86 por cento, e o crescimento do volume de exportado pela empresa.

No ano passado, a mineira vendeu 252,2 milhões de toneladas de minério de ferro, o que representou 70,3 por cento da receita total, que ascendeu a 35,4 mil milhões de reais (13,88 mil milhões de euros), 21,8 por cento maior que 2004.

No ano passado, a Vale do Rio Doce investiu 4,2 mil milhões de dólares (3,53 mil milhões de euros) em novos projectos, em operações já existentes e em aquisições, refere o comunicado.

Maior produtora mundial de minério de ferro, a Vale do Rio Doce pretende chegar a uma produção de cerca de 270 milhões de toneladas em 2006, montante volume superior aos 233,8 milhões de toneladas produzidas em 2005.

A projecção é de que a companhia produzirá 300 milhões de toneladas de minério de ferro, no próximo ano.

Actualmente, a CVRD desenvolve um projecto de exploração de carvão também em Moçambique, onde venceu um concurso em 2004.

O objecto do concurso foi a exploração do complexo de Moatize, na região do Vale do Zambeze, em Moçambique, num investimento de 746 milhões de euros (870 milhões de dólares). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH