Empresas russas interessadas na aquisição de fábrica brasileira de motores

22 March 2006

São Paulo, Brasil, 22 Mar – Duas empresas russas juntaram-se ao grupo chinês Lifan na intenção de adquirir a Tritec, fábrica de motores da Daimler-Chrysler e da BMW no Brasil, noticiou terça-feira o jornal Gazeta Mercantil.

Mas, contrariamente ao grupo chinês, as russas AvtoVaz e Gaz planeiam manter a fábrica no local actual, na cidade de Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, capital do Estado do Paraná, na região Sul do Brasil.

O objectivo da empresa chinesa, caso a sua oferta de compra seja aceite, é desmontar a fábrica e montá-la novamente no seu distrito industrial em Chongqing, a mais de 13.o00 quilómetros do local actual.

O Grupo Lifan planeia realizar toda a deslocalização da fábrica nos próximos anos, de forma a iniciar a produção de motores na China em 2008.

Representantes das montadoras russas planeiam visitar a fábrica na cidade de Campo Largo em Abril, durante uma digressão do primeiro-ministro da Rússia, Mikhail Fradkov ao Brasil.

Resultado de um investimento de 500 milhões de dólares, em 1996, a fábrica da Daimler-Chrysler e da BMW no Brasil utiliza tecnologias modernas norte-americana e alemã no fabrico de motores Tritec, com uma produção de 250 mil unidades por ano.

A AvtoVaz fabrica as marcas Lada e Niva, conhecidas no mercado brasileiro, nomeadamente na década de 90, quando a empresa russa chegou a deter uma rede de 140 lojas no Brasil.

O grupo chinês Lifan vai iniciar a venda de motocicletas para o Brasil este ano, através de uma parceria com o grupo brasileiro Kasinski.

O grupo chinês vai exportar para o Brasil motocicletas de baixas cilindradas, com a projecção de atingir 10 mil unidades comercializadas até ao fim de 2006. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH