Lucro da Construtora Odebrecht diminuiu 56 por cento para 133,7 milhões de reais em 2005

24 March 2006

São Paulo, Brasil, 23 Mar (Lusa) – O lucro da Construtora Norberto Odebrecht diminuiu 56 por cento no ano passado, face a 2004, para 133,71 milhões de reais, anunciou hoje a empresa.

A valorização da moeda brasileira, que depreciou os activos da construtora no estrangeiro, foi uma das razões que levou à queda do resultado líquido, refere a empresa em comunicado.

No ano passado, a facturação total da Odebrecht ascendeu a 6,33 mil milhões de reais, um aumento de 8,2 por cento em relação a 2004.

A facturação no estrangeiro aumentou três por cento para 4,75 mil milhões de reais, no período em análise.

Os resultados no estrangeiro representam 75 por cento da facturação total do grupo, nomeadamente devido às operações do grupo nos Estados Unidos e em Portugal, refere a empresa.

No final de Fevereiro, o grupo Odebrecht venceu um concurso para reparar uma das barragens danificadas pela passagem do furação Katrina, em Agosto do ano passado, nos Estados Unidos.

O grupo brasileiro, que actua em Portugal através da Bento Pedroso Construções (BPC), é actualmente o maior do sector de engenharia e construção da América Latina.

A Odebrecht é a construtora brasileira com maior presença no estrangeiro, com a realização de obras em 14 países.

Nos EUA há 15 anos, o grupo actua também nas obras de alargamento do aeroporto de Miami, com contratos que somam cerca de 1,3 mil milhões de dólares.

Em Portugal, a empresa já realizou obras no metro de Lisboa, construiu a ponte Vasco da Gama e cerca de 500 quilómetros de auto-estradas.

Em Angola, a empresa participa na exploração de diamantes em Catoca, a quarta maior reserva do mundo, avaliada em cerca de 11 mil milhões de dólares.

A Norberto Odebrecht participa igualmente da construção do primeiro centro comercial de Angola, num investimento total de 29,4 milhões de euros, em parceria com o grupo angolano HO Gestão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH