Chevron pretende aumentar produção em Angola em 40 por cento

28 March 2006

Luanda, Angola, 28 Mar – A Chevron vai investir 11 mil milhões de dólares em Angola até 2008 a fim de aumentar a produção em cerca de 40 por cento, afirmou segunda-feira em Luanda o director-geral da empresa em Angola, Jim Blackwell.

A petrolífera norte-americana tem actualmente uma produção de 481 mil barris de petróleo por dia.

Citado pela agência noticiosa angolana Angop, Blackwell adiantou que o projecto de expansão vai ser acompanhado de quatro outros de grande envergadura, nomeadamente o Condesados do Sanha, que visa a redução da queima de gás de rotina e o Benguela/Belize, consubstanciado na construção de uma plataforma articulada, com cerca de 500 metros de altura.

A empresa vai igualmente trabalhar no projecto Lobito/Tomboco, que se destina à construção de três centros submarinos, que serão ligados à plataforma Benguela/Belize, para o transporte de petróleo, assim como a produção de gás natural liquefeito, que deverá atingir cinco milhões de toneladas por ano, a partir de 2010.

De acordo com Jim Blackwell, que falava em conferência de imprensa, estes investimentos vão ser de grande valia para o desenvolvimento de Angola, porque, para além de abastecer o mercado nacional, vai servir para a exportação.

A Chevron, em Angola, opera em 600 poços e 40 plataformas e emprega mais de 2.500 angolanos.

Jim Blackwell anunciou que a empresa aprovou, para este ano, um programa de apoio a pequenas empresas angolanas, orçado em mais de mil milhões de dólares e que se destina à criação de um centro de negócios em Cabinda e de incentivo à indústria pesqueira.

Este apoio vai igualmente estender-se à ampliação das operações do NovoBanco em Cabinda e na identificação de oportunidades de criação de “joint-ventures” com empresas locais. A Chevron é a accionista maioritária do NovoBanco.

Denominado “Programa de Desenvolvimento Empresarial Local”, a iniciativa visa aumentar os benefícios económicos locais decorrentes das operações de petróleo e gás, estabelecer um ambiente propício ao estímulo do crescimento e investimento económico e auxiliar as empresas nacionais a melhorar a sua capacidade, eficiência e fiabilidade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH