Energia e comércio internacional em realce na comitiva chinesa para Fórum com países de expressão portuguesa

28 March 2006

Lisboa, Portugal, 28 Mar – Os sectores da energia e comércio internacional são os mais representados na comitiva que a China vai trazer a Lisboa em Abril para o II Encontro Empresarial com os países de língua portuguesa.

Na lista de cerca de 70 presenças chinesas para o encontro de 10 e 11 de Abril, a que a macauhub teve acesso, destaca-se a representação do Departamento de Relações Internacionais do Conselho de Promoção de Comércio Internacional da China (CCPIT) liderada pelo director-geral Sui Jianmin.

Estarão ainda representadas as delegações do CCPIT da província de Guangdong e de Bengbu da província de Jiangsu.

A Região Autónoma da Mongólia Interior será a mais representada, em particular pelas comitivas da Liga de Xingan e responsáveis dos distritos de Zhalaite e Ulanhol.

Da Mongólia Interior estarão em Lisboa também responsáveis do Departamento da Indústria Florestal de Wuchagou e da Xingan Electric Power Company, representada pelo director-geral Ma Zhenhua .

Da provincia de Yunnan no sul da China desloca-se a Portugal o vice-governador e responsáveis pelo turismo e pelo sector de denvolvimento florestal.

Entre as empresas, destaque para a presença da Sinosteel International Macao Commercial Offshore, United International Tecnhnological Development e da Beijing Zongguancun Yongfeng High-tech Industry.

As tecnologias estarão ainda representadas pela Fujian Putian Shenzhou Biological Engineering e Wanalixing Plastics Rubber, e do sector das porcelanas estarão em Lisboa a Shandong Anhua Porcelain, e do papel a Shandong Sunshine Oriental Paper.

A energia será representada, entre outras, pela Liaoning Tiefu Investment, do sector das eólicas, Hangzhou Steam Turbine & Power Group e pela China National Electric Equipment Corporation, que traz a Lisboa o sub-director geral Xu Jifei.

O encontro é promovido pelo Icep Portugal, agência portuguesa para a promoção das exportações, pelo CCPIT e ainda pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM), que deverá trazer a Lisboa uma delegação própria.

Este será o segundo Encontro Empresarial China – Países de Língua Portuguesa, depois do realizado em Luanda no ano passado.

Da lista de empresas e entidades oficiais portuguesas participantes, consultada pelo Macauhub, constam empresas do sector da construção como a OPCA, Hagen e Profabril, e dos materiais de construção, entre as quais Moisés Lima Cortiças e Umbelino Monteiro.

Algumas das maiores empresas do país marcarão também presença, como a Portugal Telecom, Galp Energia, CUF, Iberomoldes, e da banca o BPI e o Millennium Bcp.

Realce ainda para a presença do Centro Científico e Cultural de Macau, Associação Internacional de Empresários Chineses e Confederação do Comércio e Serviços de Portugal.

Dos restantes países até ao momento está confirmada a presença do Instituto para a Promoção das Exportações de Moçambique (Ipex), que procura fazer contactos no sector agroalimentar.

De Angola está inscrita a MITC, com actividades na indústria, serviços, telecomunicações e construção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH