Economistas de língua portuguesa reunidos em Luanda

11 April 2006

Luanda, Angola, 11 Abr – Cerca de 250 economistas dos países de língua portuguesa reúnem-se a partir de hoje em Luanda para, durante três dias, analisarem diferentes processos de reforma, crescimento e desenvolvimento económico.

O VI Encontro de Economistas de Língua Portuguesa, que congrega profissionais de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Macau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, será aberto pelo ministro adjunto do primeiro-ministro, Aguinaldo Jaime.

A decorrer sob o lema “Sustentabilidade e Economia do Ambiente e dos Recursos Naturais”, o fórum propõe-se igualmente estimular o intercâmbio científico, propiciar o debate, resultados de pesquisas e conceptualização de experiências na criação de rendimento e acumulação de riqueza nacional.

De acordo com a coordenadora geral do encontro, Laurinda Hoygaard, a reunião visa ainda desenvolver uma consciência social sobre a utilização da natureza como fonte de bens indispensáveis aos processos produtivos e a criação de condições de vida e bem-estar.

O Encontro de Economistas de Língua Portuguesa é uma promoção da Associação de Economistas de Língua Portuguesa (AELP) e surgiu em 1995, a partir de uma iniciativa de professores das faculdades de economia das universidades do Porto, de Lisboa, Agostinho Neto, Eduardo Mondlane e Instituto de Cabo Verde. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH