Material para caminho-de-ferro de Moçâmedes já se encontra em Angola

11 April 2006

Lubango, Angola, 11 Abr – O primeiro lote de equipamento para a reconstrução do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM) já se encontra no Porto do Namibe, informou segunda-feira em Lubango o governador provincial da Huíla, Ramos da Cruz.

O governador anunciou que pelo menos 200 máquinas pesadas fazem parte do primeiro lote de equipamento proveniente da China e afirmou que outros navios transportando meios para reforçar as obras estão a caminho de Angola.

Ramos da Cruz reiterou o impacto que o Caminho-de-Ferro de Moçâmedes vai trazer às províncias da Huíla, Namibe e Kuando-Kubango, que fazem parte do eixo de ligação da linha.

A reconstrução e modernização do CFM, cujas obras arrancaram em 13 de Janeiro deste ano, estão orçadas em 1.200 milhões de dólares.

Os primeiros passos da empreitada, que vão durar 18 meses, começaram a ser dados em Março, com a desminagem do percurso.

Esta empreitada vai substituir uma linha de 856 quilómetros que liga a província do Namibe, passando pela Huíla até ao Kuando-Kubango, assim como a respectiva modernização, que passa pela construção de 73 novas estações e aquisição de locomotivas modernas.

As autoridades locais prevêem que dentro de 16 meses mais de dois milhões de passageiros e 15 milhões de toneladas de carga diversa circulem, por ano, no CFM. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH