Corredor de Desenvolvimento do Maputo refinancia dívida

12 April 2006

Joanesburgo, África do Sul, 12 Abr – O Corredor de Desenvolvimento do Maputo (CDM) obteve um empréstimo de 2,9 mil milhões de randes para refinanciar a sua dívida, foi oficialmente anunciado terça-feira em Joanesburgo.

A auto-estrada com portagens do CDM é uma “joint-venture” constituída há 8 anos entre os governos da África do Sul e de Moçambique e algumas empresas de construção civil e bancos, localmente conhecida por parcerias público-privadas (PPP).

A “joint-venture” procedeu à reconstrução da estrada que liga Joanesburgo a Maputo, cidade que dispõe de um porto de mar que pode servir de alternativa ao congestionado porto de Durban, na costa oriental sul-africana.

Connie Nel, da Agência Nacional de Estradas da África do Sul, afirmou que o governo optou por este projecto a fim de garantir a construção de uma estrada de qualidade que possa atrair investimento estrangeiro e facilitar o comércio e o turismo.

O director de dívida estruturada do Standard Bank, Dipak Patel, afirmou que o desempenho financeiro e operacional do CDM ao longo dos últimos seis anos permitiu à empresa refinanciar a sua dívida e obter melhores condições do que as conseguidas em 1997.

O CDM tinha até agora estado dependente dos investimentos realizados pela Trans African Concessions (Trac), um consórcio montado para construir, operar e manter a estrada com portagens por um período de 30 anos.

O refinanciamento do projecto vai permitir acelerar o programa de manutenção e de construção de faixas adicionais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH