Economia de Moçambique vai continuar a crescer este ano, FMI

13 April 2006

Washington, Estados Unidos da América, 13 Abr – A economia de Moçambique cresceu 7,5 por cento em 2005 e este ano vai continuar a ter um crescimento saudável devido à ajuda externa e a políticas prudentes, afirmou quarta-feira em Washington o Fundo Monetário Internacional.

No mais recente documento sobre Moçambique, o FMI diz que o crescimento do ano passado ficou a dever-se a um crescimento na construção, indústria e nos chamados mega-projectos, a produtora de alumínio do grupo mineiro BHP Billiton e a exploração de gás natural pela firma petroquímica Sasol.

“As previsões para 2006 são de um continuado forte crescimento económico, controlo do impacto dos choques externos sobre a inflação e manutenção de uma posição fiscal e externa sustentável, consistente com o objectivo de médio prazo de reduzir a pobreza”, pode ler-se no relatório.

Moçambique é um dos países que beneficiaram da anulação da dívida e de pacotes de apoio adicionais. Nos termos da Iniciativa Multilateral de Redução da Dívida, Moçambique viu serem-lhe perdoados 1.800 milhões de dólares e a fatia do FMI, de 154 milhões de dólares, foi cancelada em Janeiro passado.

O FMI louvou a gestão económica do governo em 2005, dizendo que o desempenho fiscal foi melhor do que o esperado, ajudado por um aumento da receita e uma diminuição da despesa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH