Projectos de engenharia da China no estrangeiro valem quase 5 mil milhões de euros

27 April 2006

Pequim, China, 27 Abr – As empresas chinesas efectuaram projectos de engenharia fora do país no valor de 4,82 mil milhões de euros no primeiro trimestre de 2006, sendo Angola um dos mercados principais, refere hoje a imprensa chinesa.

Os projectos de engenharia em países e territórios como Angola, Sudão, Nigéria, Algéria, Hong Kong e Singapura são os principais responsáveis pelos resultados do primeiro trimestre, que representam um aumento de 65,2 por cento face a igual período do ano anterior, informa o jornal oficial chinês Diário do Povo, citando fontes do Ministério do Comércio.

O jornal, que não adianta dados sobre os países específicos, afirma que a maioria dos contratos de engenharia no estrangeiro assegurados por empresas chinesas situa-se na área da construção, transportes, engenharia electrónica e de telecomunicações, engenharia petroquímica e energética e engenharia industrial, bem como abastecimento de água e projectos de irrigação.

Nos três primeiros meses do ano, a China enviou para o estrangeiro 3,546 milhões de trabalhadores, diz o Diário do Povo.

Muitos dos projectos de engenharia fora do país são financiados pela ajuda da China aos países em vias de desenvolvimento, que por regra impõe a contratação de empresas e mão-de-obra chinesa na construção de infra-estruturas, consultadoria de gestão e implementação de programas de desenvolvimento.

As empresas chinesas exportam também mão-de-obra para a construção civil, explorações petrolíferas e tripulações de frotas marítimas pesqueiras e comerciais, entre outras.

O Diário do Povo, ainda citando fontes do Ministério do Comércio, informa que, no primeiro trimestre do ano, a China assinou também contratos de engenharia fora do país no valor de 6,65 mil milhões de euros, um aumento de 79,3 por cento relativamente a igual período de 2005. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH