Governo de Angola apresenta projecto para relançar produção de café no Amboim

8 May 2006

Luanda, Angola, 08 Mai – O governo angolano apresentou quinta-feira um projecto-piloto de produção de café no município do Amboim, província do Cuanza Sul, que espera venha a relançar o sector em Angola, que já foi o quarto maior produtor mundial.

“Esperamos que este projecto sirva como catalizador para o relançamento da produção de café em Angola, que já foi significativa no passado”, afirmou o ministro da Agricultura angolano, Gilberto Lutukuta.

Na intervenção que proferiu na cerimónia de apresentação, o ministro assegurou que o governo angolano “tudo fará para assegurar o êxito do projecto”, que envolve um investimento de 8,5 milhões de dólares.

A iniciativa prevê o cultivo de café robusta numa área com cerca de 17 mil hectares no município do Amboim, onde se espera que possa ser atingida uma produção de 40 mil toneladas anuais.

Actualmente, a produção de café no município do Amboim é de cerca de 900 toneladas por ano, estando cultivados apenas 1.900 hectares de terrenos.

No total, o projecto hoje apresentado envolverá cerca de quatro mil famílias camponesas da região, num total de 30 mil pessoas.

O financiamento será assegurado em partes iguais pelo governo angolano e pelo Fundo Comum para os Produtos de Base, estando a execução do projecto a cargo do Instituto Nacional do Café (INCA), sob supervisão da Organização Africana do Café.

No início da década de 70, Angola produzia anualmente mais de 200 mil toneladas de café, sendo o quarto maior produtor a nível mundial.

As principais regiões produtoras de café situavam-se nas províncias do Cuanza Norte, Cuanza Sul, Uíge e Bengo. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH