Quase 600 milhões de dólares prometidos para o orçamento moçambicano de 2007

12 May 2006

Maputo, Moçambique, 12 Mai – Os países e agências internacionais que fornecem apoio directo ao Orçamento de Estado (OE) de Moçambique anunciaram quinta-feira contribuições no valor de 595 milhões de dólares para o orçamento de 2007, informou a agencia noticiosa AIM.

Do dinheiro anunciado quinta-feira, 372 milhões de dólares destinam-se ao OE, não se encontrando consignados a qualquer projecto ou sector, adianta a AIM.

Dos 17 parceiros que contribuíram para os orçamentos de 2005 e 2006 tratou-se de um aumento real de 44 milhões de dólares relativamente à sua contribuição de 2006.

O 18º parceiro, o Banco Africano de Desenvolvimento, que acabou de se juntar ao grupo, prometeu 90 milhões de dólares em apoio directo ao OE, 60 milhões para este ano e 30 milhões para 2007.

Os restantes fundos prometidos na quinta-feira destinam-se a sectores específicos – 56 milhões para a educação, 38 milhões para um programa de desenvolvimento agrícola, PROAGRI, 89 milhões para a saúde, 36 milhões para as estradas e 5 milhões para o abastecimento de água.

As maiores promessas são do Banco Mundial (70 milhões de dólares), Grã-Bretanha (67 milhões), Comissão Europeia (55 milhões), Suécia (41 milhões) e Holanda (23 milhões de dólares).

De acordo com o ministro das Finanças de Moçambique, Manuel Chang, 48 por cento das verbas do Orçamento de Estado provêem da ajuda externa. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH