Centro de Promoção prevê atrair investimentos acima 600 milhões de euros este ano

18 May 2006

Maputo, Moçambique, 18 Mai – O Centro de Promoção de Investimento (CPI) de Moçambique prevê atrair investimentos superiores a 600 milhões de euros este ano, depois de ter aprovado propostas avaliadas em 125 milhões no primeiro trimestre, de acordo com estimativas oficiais.

As estimativas foram apresentadas pelo director do CPI, António Macamo, durante a conferência de negócio e investimentos, que decorreu quarta-feira em Maputo, na qual participaram mais de uma centena de empresários de Moçambique, África de Sul e Suazilândia.

De acordo com Macamo, desde o início do ano, O CPI aprovou propostas avaliadas em 125 milhões de euros, sobretudo das áreas de turismo e agro-indústria, destacou.

Em 2005, o CPI aprovou propostas de investimento avaliadas em cerca de 119 milhões de euros, que traduzem um aumento em cerca de quatro milhões de euros relativamente a 2004.

No primeiro semestre de 2005, o turismo moçambicano registou uma subida de 46,5 por cento no investimento, recebendo projectos orçados em cerca de 16 milhões de euros.

Dados do CPI indicam que “há uma grande apetência dos investidores pelo sector do turismo, já que nesta área houve 16 projectos de investimento avaliados em 16 milhões de euros”.

A agricultura e a agro-indústria receberam 12 projectos de investimento estimados em 20 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2005, contra 55 milhões de euros investidos no período homólogo de 2004. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH