Empresas chinesas anunciam investimentos no Vale do Zambeze, Moçambique

5 June 2006

Maputo, Moçambique, 05 Jun – Três empresas chinesas vão desenvolver negócios no Vale do Zambeze, a região mais rica de Moçambique em recursos naturais, anunciou sábado em Maputo Sérgio Vieira.

Vieira, director do Gabinete do Vale do Zambeze (GPZ), informou que as três empresas – China Minmetals, Zhen Hua Harbour Construction e Construction and Agriculture Machinery Import and Export – vão desenvolver actividades nos sectores ferro-portuário, exploração mineira e fornecimento de equipamento agrícola, naquela região.

Os respectivos memorandos de entendimento foram celebrados no âmbito de uma importante missão empresarial chinesa que na semana passada visitou Moçambique, para a avaliação das oportunidades de investimento no Vale do Zambeze.

As partes moçambicana e chinesa recusaram revelar o valor dos três investimentos.

Num balanço dos contactos realizados com os empresários chineses, o director do GPZ salientou à imprensa o impacto positivo que a implementação dos três acordos terá para o desenvolvimento do Vale do Zambeze.

“Os três memorandos de entendimento envolvem volumes financeiros importantes, pelo que pretendemos vê-los implementados o mais rápido possível”, sublinhou Sérgio Vieira.

Por seu turno, o secretário-geral do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, Wang Cheng An, também considerou importantes os acordos alcançados, para o envolvimento de empresas chinesas nas iniciativas de desenvolvimento do Vale do Zambeze.

“Conseguimos acordos que se irão traduzir em importantes contributos no desenvolvimento do Vale do Zambeze. Estamos por isso satisfeitos”, frisou.

O Vale do Zambeze situa-se no centro de Moçambique e possui uma área de cerca de 225 mil quilómetros quadrados, onde se inclui a barragem de Cahora Bassa e com potencial para a criação de mil hídricas para energia e irrigação.

A área é igualmente rica em recursos minerais, como o carvão de Moatize, explorado pelos brasileiros da Vale do Rio Doce, e detém 60 por cento das espécies florestais de alto valor económico. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH