Moçambique obtém 150 milhões de dólares de doadores internacionais para programa rodoviário

12 June 2006

Maputo, Moçambique, 12 Jun – Moçambique obteve dos doadores internacionais 150 milhões de dólares para financiar a nova fase do Plano Integrado de Estradas, que está orçado em 1,14 mil milhões de dólares.

O programa, que deverá ter início em meados do próximo ano e conclusão em 2011, será financiado em 628 milhões pelo orçamento de Estado moçambicano e em 250 milhões de dólares pela International Development Association do Banco Mundial, que vai analisar o projecto em Novembro, a nível de conselho de directores.

Os 150 milhões agora obtidos ficam aquém das restantes necessidades de financiamento do projecto, 262 milhões, obrigando o governo a procurar novas fontes de financiamento, ou a fazer cortes ao programa original.

De acordo com o diário Notícias, o compromisso dos doadores internacionais foi assumido no final da semana passada, após uma reunião de três dias.

O director-geral da Administração Nacional de Estradas, Abdul Remane, adiantou que a verba vai ser aplicada na reabilitação da Estrada Nacional 1, em particular dos troços Jardim/Benfica (7 quilómetros), Xai-Xai-Zandamela (97 quilómetros) e Massinga-Nhachengue (57 quilómetros).

O troço Vilankulo-Rio Save será objecto de obras de manutenção, tal como algumas das principais estradas regionais classificadas, adiantou o mesmo responsável.

As verbas serão geridas por um fundo comum, e não projecto a projecto, para tornar mais eficiente a sua aplicação e controlo.

Moçambique está actualmente a concluir o Plano Rodoviário 2002/2006, cuja execução mereceu avaliação positiva por parte da comunidade internacional em finais do ano passado.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH