Governo de Moçambique prevê produção de 85 mil toneladas castanhas de caju em 2007

16 June 2006

Maputo, Moçambique, 16 Jun – Moçambique vai produzir cerca de 85 mil toneladas de castanha de caju no próximo ano, representando um aumento de 15 mil toneladas relativamente à época anterior, estimou o Instituto Nacional do Caju (INCAJU).

A produção poderá ainda subir para 100 mil toneladas por ano, após a instalação de três fábricas de processamento da castanha de caju, na Zambézia, Cabo Delgado e em Nampula, província do Norte que produz cerca de metade da castanha do país.

A reactivação da indústria de processamento da castanha permitirá que Moçambique consiga ultrapassar nos próximos anos a produção de 100 mil toneladas por ano, contra as anteriores 70 mil toneladas.

Segundo o INCAJU, 13 dos 27 milhões de cajueiros existentes no país serão pulverizados este ano contra o oídio, doença tida como a principal causa da fraca produção em Moçambique.

Em Moçambique, o tratamento dos cajueiros está a possibilitar a recuperação dos índices de produção, que há duas décadas chegaram a situar-se numa média anual de 50 mil toneladas.

No passado, o sector do caju empregou mais de 30 mil pessoas.

Nos anos 90, o Banco Mundial impôs o fim da sobretaxa de exportação da castanha bruta e, em consequência, a indústria moçambicana de processamento deixou de ter matéria-prima e entrou uma situação de falência.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH