Empresários portugueses estudam criação de “low cost” que voe para os PALOP

26 June 2006

Porto, Portugal, 26 Jun – O presidente da Fundação Afro-Lusitana, António Vilar, afirmou hoje estar a articular com empresários portugueses a criação de uma companhia aérea de baixo custo que ligue os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

“Há empresários portugueses ligados ao sector da aviação com projectos já feitos neste sentido”, afirmou, embora admitindo que será uma iniciativa “difícil” de concretizar, “porque há muitos ‘lobbys’ instalados “interessados em que isso não aconteça”.

António Vilar falava no Porto, à margem da conferência “O Mercado Angolano – Desafios e Oportunidades entre Ontem e Amanhã”, promovida pela Fundação Afro-Lusitana, presidida por Ernâni Lopes e em que participam vários responsáveis governativos angolanos.

Segundo salientou António Vilar, o facto é que, actualmente, os voos entre Portugal e Angola “estão sempre cheios”, havendo pessoas que ficam em terra ou viajam via Frankfurt, Paris ou Madrid.

Por outro lado, disse, não se justifica sequer que os voos provenientes de Angola tenham que passar por Lisboa, “quando 80 por cento das pessoas que viajam daquele país para Portugal vêm para o Norte do país”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH