Luanda vai receber investimento de 500 milhões em cinco novos hotéis

27 June 2006

Lisboa, Portugal, 27 Jun – Luanda, vai receber um investimento na ordem dos 500 milhões de dólares nos próximos dois anos, em cinco novos hotéis, dois deles promovidos pelas empresas públicas Endiama e Sonangol.

Jonatão Chigunji, ministro angolano da Hotelaria e Turismo afirmou que “em Luanda há um défice de 2.500 a 3.500 quartos, há espaço para hotéis de quatro, de três e de duas estrelas, até para motéis e pensões”.

“Os hotéis em Luanda estão sempre sobrelotados, independentemente da categoria e da época do ano. A taxa de ocupação é de 97 por cento”, disse.

Dos cinco novos hotéis, um será promovido pela Endiaman, o Hotel Diamante, a concluir em 2007, e outro pela Sonangol, de cinco estrelas, com 400 quartos.

Outro ainda está a ser concebido pela portuguesa Teixeira Duarte, que em Luanda detém já os hotéis Alvalade e Trópico, adiantou o ministro.

Chigunji, que falava no Porto na conferência “O Mercado Angolano – Desafios e Oportunidades, Entre Ontem e Amanhã”, disse ainda que o governo está em negociações com outro grupo português, Amorim, que já apresentou uma proposta.

De acordo com o ministro, a lista de interessados no sector hoteleiro da capital angolana “cresceu muito desde a visita do primeiro-ministro, José Sócrates”, que teve lugar em Abril.

“Angola quer investimento a sério e grupos com capacidade para trabalhar em parceria com entidades locais em projectos credíveis”, adiantou.

Ainda de acordo com o ministro “o turismo de lazer em Angola só poderá ser dentro de três a cinco anos. Actualmente o que há é turismo de negócios”.

Chingunji lembrou ainda que nos planos do governo está a criação de um instituto médio superior para o turismo, e o fomento de parcerias público-privadas neste domínio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH