Governo do Brasil oficializa escolha do padrão japonês de televisão digital

30 June 2006

Brasília, Brasil, 30 Jun – O Presidente Lula da Silva assinou quinta-feira em Brasília o decreto para a implantação da televisão digital no Brasil e oficializou a escolha do padrão japonês, que saiu vitorioso na disputa com europeus e norte-americanos.

O Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre (SBDTV-T), baseado no “Integrated Services Digital Broadcasting-Terrestrial”
(ISDB-T), do Japão, vai incorporar as inovações tecnológicas brasileiras e deverá funcionar em todo o país no prazo de sete anos.

O ISDB-T está em funcionamento apenas no Japão, enquanto o europeu foi adoptado por cerca de 100 países e o norte-americano, além dos Estados Unidos, pelo Canadá, México e Coreia do Sul.

A opção brasileira pelo padrão japonês, em detrimento do sistema europeu, o DVB-T (Digital Video Broadcasting-Terrestrial) e do norte-americano, o ATSC (Advanced Television Systems Committee), é fundamental para a conquista de novos mercados pelo Japão, já que vai influenciar toda a América Latina.

O termo de compromisso entre os governos brasileiro e japonês, assinado na presença do ministro do Interior e da Comunicação do Japão, Heizo Takenaka, pôs fim a uma discussão de mais de dez anos.

O anúncio oficial foi feito por Lula da Silva no Palácio do Planalto, onde estiveram centenas de empresários da comunicação e da indústria de tecnologias, investigadores e políticos.

O decreto obriga as emissoras e retransmissoras de televisão a adoptar o SBDTV-T e garante ao público o acesso ao novo sistema de forma livre e gratuita, como ocorre actualmente.

A partir de Julho de 2013, as concessões de televisão no Brasil serão apenas digitais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH