Banco de Desenvolvimento e Comércio moçambicano chega pela primeira vez aos lucros em 2005

5 July 2006

Maputo, Moçambique, 05 Jul – O Banco de Desenvolvimento e Comércio moçambicano, que tem como principal accionista o português Montepio Geral, registou resultados líquidos positivos em 2005, os primeiros desde a sua criação, há cinco anos.

De acordo com o relatório anual divulgado pela instituição financeira, os resultados líquidos do ano passado cifraram-se em 27.529 milhões de meticais (1,03 milhões de dólares).

O “cash flow” do exercício foi positivo e aumentou mais de sete vezes face a 2005, atingindo 54.324 milhões de meticais (2,02 milhões de dólares).

Os activos líquidos ascenderam a 952.734 milhões de meticais (35,6 milhões de dólares), mais 44,1 por cento do que o registado no ano anterior.

A margem financeira aumentou 87,4 por cento, impulsionada pela “dinâmica da actividade de concessão de crédito que contribuiu para o significativo aumento dos juros e proveitos equiparados”, refere.

O produto bancário triplicou, para 97,5 mil milhões de meticais (4 milhões de dólares) e o valor de crédito concedido cresceu 90 por cento, cifrando-se em 8.328 milhões de meticais (311 mil dólares).

Criado em 2001, em Maputo, o BDC especializou-se nos créditos para agricultura e construção.

O Grupo Montepio Geral detém 42 por cento do capital, privados moçambicanos outros 34 por cento e os restantes 24 por cento pertencem a particulares portugueses. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH