Portuguesa Efacec registou em 2005 primeiros lucros na China

11 July 2006

Lisboa, Portugal, 11 Jul – A Efacec registou no ano passado os seus primeiros lucros na China, de 1,2 milhões de euros, revelou o presidente da empresa portuguesa de engenharia electromecânica.

Na China, onde actua desde 1994, “o bilhete de entrada foi muito caro, mas agora começa a render”, afirmou António Cardoso Pinto, em entrevista ao Jornal de Negócios, em Lisboa.

A empresa de engenharia tem, desde 1997, uma fábrica de transformadores de potência e de distribuição, através da “joint-venture” luso-chinesa Liaoyang Efacec Electrical Equipment.

Na referida entrevista, Cardoso Pinto afirma que para o sucesso no mercado chinês “é fundamental ter um parceiro local e controlar a maioria” do capital da “joint-venture”.

“A China é um mercado brutal, o dobro do americano e do europeu e vale não só pelo mercado interno mas pela base industrial”, afirma o gestor.

A Efacec facturou 335 milhões de euros em 2005 e apresentou resultados líquidos de 14,5 milhões de euros.

Cardoso Pinto adianta que a Efacec pretende “crescer por aquisições fora de Portugal. Estados Unidos e Espanha são mercados muito importantes, tal como a China”.

A empresa está actualmente a preparar a abertura de uma fábrica em Angola, que irá produzir e reparar transformadores de distribuição e estará também preparada para o fabrico e assemblagem de quadros de baixa e média tensão.

A Efacec assumiu recentemente o objectivo de duplicar o desempenho económico-financeiro e a dimensão do grupo nos próximos cinco anos e num prazo de dez replicar noutros continentes as actividades que desenvolve no país. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH