Mesa redonda com doadores da Guiné-Bissau a 07 e 08 de Novembro, em Genebra

12 July 2006

Bissau, Guiné-Bissau, 12 Jul – A mesa-redonda sobre a Guiné- Bissau na qual o país espera obter cerca de 600 milhões de dólares vai decorrer a 07 e 08 de Novembro próximo, em Genebra, Suiça, anunciou terça-feira em Bissau o primeiro- ministro guineense.

Projectada e muitas vezes adiada desde finais de 2003, a mesa-redonda é tida como “última tábua de salvação” para a captação de fundos adicionais para o relançamento da economia e desenvolvimento da Guiné-Bissau, conforme sublinhou o próprio primeiro-ministro, Aristides Gomes.

O chefe do executivo de Bissau anunciou a data da mesa-redonda durante um seminário que decorre em Bissau para a validação do Documento de Estratégia Nacional para a Redução da Pobreza (Denarp).

Até Novembro, disse o primeiro-ministro, o país terá todos os documentos necessários para apresentar aos doadores, a começar pelo Denarp, documento que congrega quatro eixos de acção para o combate à pobreza que em certos casos é considerada de extrema na Guiné-Bissau e o documento orientador do programa de reforma à nível das Forças de Defesa e Segurança.

O Denarp custará 400 milhões de dólares enquanto o programa de reforma nas Forças de Defesa e Segurança 200 milhões.

O governo de Bissau adoptou, em 2004, o Denarp como modelo orientador para todas as acções de combate ou redução da pobreza no país, contando que qualquer recurso financeiro proveniente do financiamento externo terá que ser canalizado para estratégia.

De acordo com fonte do Ministério da Economia guineense, que controla o sector do planeamento e coordenação das ajudas externas, desde 1998 que a Guiné-Bissau deixou de executar Programas de Investimento Público. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH