Namibiana NamPower e angolana ENE constroem hidroeléctrica de 360 Mw no Cunene

13 July 2006

Windhoek, Namíbia, 13 Jul – As eléctricas namibiana NamPower e angolana ENE vão avançar com a construção de uma central hidroeléctrica no rio Cunene, sul de Angola, com uma capacidade de geração de 360 megawatts.

O investimento previsto nos estudos de viabilidade é de 1,89 mil milhões de dólares namibianos (cerca de 270 milhões de dólares norte-americanos), valor que agora terá de ser revisto.

Em declarações ao diário namibiano New Era, o presidente da Nampower, Paulinus Shilamba, adiantou que a construção da hidroeléctrica Baynes, em Epupa, deverá começar em breve, na sequência da recente assinatura de um memorando de entendimento entre os governos dos dois países.

“Esperamos gerar 360 megawatts do projecto Baynes, a ser construído no rio Cunene, em Angola. Estamos confiantes que este projecto vai colmatar os problemas de electricidade enfrentados no país”, afirmou Shilamba ao diário namibiano.

O mesmo responsável adiantou que entre 27 e 30 de Julho estará em Angola uma delegação namibiana de alto nível, composta por peritos da NamPower, NamWater e o director do Ministério das Minas e Energia.

Além das negociações do projecto Baynes, estará na agenda a discussão de um acordo de regulação do abastecimento de água ao norte da Namíbia através das hídricas angolanas de Gove e Caleque, ambas na província do Cunene.

O prazo de conclusão do projecto Baynes é de oito a dez anos, e os governos dos dois países vão participar no financiamento do empreendimento.

Actualmente, a Namíbia importa energia da África do Sul, Zâmbia e Zimbabué, para poder suprir as suas necessidades internas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH