Stanley Ho surpreende mercado português reduzindo para metade participação na EDP

24 July 2006

Lisboa, Portugal, 24 Jul – O empresário de Macau Stanley Ho surpreendeu no final da semana passada o mercado accionista português reduzindo para metade a sua participação na EDP – Energias de Portugal, contrariando a anunciada intenção de reforço.

No dia seguinte à apresentação do plano estratégico da EDP para os próximos anos, que decorreu em Londres, a Energy Finance, detentora das acções de Ho na EDP, anunciou a redução da sua participação de 2,02 por cento para 1,008 por cento do capital, contribuindo para a desvalorização dos títulos da eléctrica na bolsa portuguesa.

Fonte desta sociedade afirmou ao Diário de Notícias, em Lisboa, que a operação consistiu apenas numa “arrumação da carteira de acções” e que a intenção de reforço se mantém.

A mesma fonte rejeitou que a venda esteja relacionada com a apresentação do plano estratégico, que, de acordo com a imprensa portuguesa, foi apresentado pelo novo presidente, António Mexia, sem que tivesse sido aprovado pelo conselho de supervisão da eléctrica, gerando pública constestação da parte dos seus membros.

O plano prevê um investimento de 5,6 mil milhões de euros nos próximos anos, principalmente no reforço da capacidade de produção de energias eólicas e de centrais de ciclo combinado.

Prevê ainda um aumento dos dividendos aos accionistas na ordem dos oito por cento ao ano, já a partir de 2006.

Em entrevista recente à agência Lusa, Stanley Ho revelou recentemente a intenção de reforçar para 10 por cento a sua participação na EDP, investindo capitais resultantes da entada na bolsa de Hong Kong da sociedade que irá controlar os seus negócios de jogo em Macau.

A operação de dispersão de capital desta sociedade deverá ser concluída em Outubro ou Novembro, segundo adiantou o empresário de Macau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH