Petrobras quer entrar no projecto da nova refinaria da Galp no sul de Portugal

3 August 2006

Lisboa, 03 Ago – A petrolífera brasileira Petrobras quer entrar no projecto da nova refinaria da portuguesa Galp em Sines, Sul de Portugal, tendo em vista reforçar o seu acesso ao mercado europeu, noticiou o Diário Económico.

O jornal português, que cita fonte anónima da Galp Energia, adianta que a manifestação de interesse da Petrobras recebeu acolhimento da petrolífera portuguesa, e deverá agora ser analisada pelas duas empresas, unidas por uma parceria para actividades de exploração.

“Embora à partida a Galp não necessite de um parceiro nesta área, uma vez que gera `cash flows´ mais do que suficientes para pagar o investimento, tem interesse em abrir as portas à Petrobras por motivos estratégicos”, referiu a mesma fonte.

Em concreto, referiu, está em causa “assegurar o abastecimento de crude nas condições mais favoráveis”.

A petrolífera brasileira considerou recentemente que a parceria com a Galp é “da máxima importância estratégica para a Petrobras”.

A Petrobras está actualmente a reposicionar-se industrialmente para reforçar a exportação de derivados de petróleo, em vez de bruto, produto com menor valor acrescentado.

Tendo em vista este objectivo, anunciou esta semana que a intenção de investir perto de cinco mil milhões reais (2,3 mil milhões de dólares) numa refinaria de grande dimensão, com capacidade para processar 500 mil barris de petróleo por dia a partir de 2014.

O projecto da nova refinaria da Galp em Sines está avaliado em mais de mil milhões de euros, e visa aumentar a capacidade de produção de gasóleo em 2 milhões de toneladas.

As obras de construção da nova unidade estão previstas para avançar no último trimestre de 2007.

Galp e Petrobras actuam em parceria no Brasil, onde têm em conjunto mais de meia centena de participações na exploração de petróleo, nos Estados de Natal, Recife, Vitória e Rio de Janeiro, 29 dos quais operados pela petrolífera portuguesa.

Recentemente, a Galp anunciou que vai investir 112 milhões de dólares, até 2010, na exploração de petróleo no Brasil.

Nos poços situados no nordeste do Brasil, a produção deverá ter início já no próximo ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH