Energias do Brasil quer duplicar capacidade de produção este ano

10 August 2006

Lisboa, Portugal, 10 Ago – A Energias do Brasil quer duplicar a capacidade instalada de produção de electricidade para 1.043 megawatts (Mw) até ao final do ano, disse quarta-feira à agência noticiosa portuguesa Lusa fonte da EDP – Energias de Portugal, “holding” que controla aquela empresa brasileira.

A Energias do Brasil tem, actualmente, uma capacidade de produção de 516 MW, mas tem em curso três projectos hidroeléctricos que vão permitir a duplicação da capacidade instalada.

A EDP refere que a inauguração da Pequena Central Hidroeléctrica (PCH) São João (25 Mw) no Espírito Santo, o arranque da quarta turbina (49 Mw) da barragem hidroeléctrica de Mascarenhas e a entrada em funcionamento da terceira turbina do Peixe Angical são a aposta para o aumento da produção de potência do Grupo.

O investimento total nestes três projectos é de 1,753 mil milhões de reais (cerca de 630 milhões de euros).

Actualmente, a Energias do Brasil detém 1 por cento do mercado brasileiro, em termos de produção, que aumentará para 2 por cento com estes novos investimentos.

Na distribuição, as três empresas do grupo – Bandeirante, Escelsa e Enersul – detêm 6 por cento do mercado nacional. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH