Ministra dos Negócios Estrangeiros de Moçambique confiante no desenvolvimento das relações com a China

17 August 2006

Pequim, China, 17 Ago – A ministra dos Negócios Estrangeiros moçambicana, Alcinda Abreu, manifestou quarta-feira confiança num reforço da cooperação com a China no âmbito do desenvolvimento rural e infra-estruturas, após um encontro em Pequim com o seu congénere chinês, Li Zhaoxing.

De acordo com a agência oficial chinesa Xinhua, Li defendeu, durante o encontro, um reforço dos intercâmbios de alto nível entre os dois países, bem como a expansão da colaboração económica e comercial.

Alcinda Abreu chegou terça-feira a Pequim e visita a China até 20 de Agosto, numa deslocação que inclui a província de Sichuan, no Sudoeste, Xangai e a região administrativa especial de Hong Kong, de onde regressará a Maputo, de acordo com fontes da embaixada moçambicana.

Moçambique é apontado como um dos países mais pobres do mundo e, de acordo com a ONU, 69,4 por cento dos seus habitantes vivem abaixo do limiar de pobreza, com 38 por cento a subsistir com menos de um dólar por dia.

Na sua aposta no continente africano, a China tem fortes investimentos no sector da construção em Moçambique e, por exemplo, o maior centro de conferências do país, baptizado com o nome do ex-presidente Joaquim Chissano, foi edificado com fundos chineses.

Moçambique é um dos países que participará em Setembro no Fórum de Cooperação Económica entre a China e os países de língua portuguesa, conhecido como o Fórum de Macau, lançado em 2003 para promover a cooperação económica e comercial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH