Economia portuguesa melhora em Julho pelo sexto mês consecutivo

21 August 2006

Lisboa, Portugal, 21 de Agosto – A economia portuguesa voltou a melhorar em Julho, completando seis meses consecutivos de recuperação, de acordo com o indicador coincidente divulgado pelo Banco de Portugal.

O indicador coincidente mensal da actividade económica, que informa sobre as tendências subjacentes à evolução da economia portuguesa, subiu 0,6 por cento em Julho, face ao período homólogo de 2005.

No mês anterior o indicador tinha aumentado 0,5 por cento, o que sugere que a actividade económica “continuou a apresentar uma trajectória ascendente”, referiu o Banco de Portugal.

O indicador coincidente de actividade sintetiza informação relativa ao Produto Interno Bruto (PIB), ao volume de vendas no comércio a retalho, às vendas de veículos comerciais pesados, às vendas de cimento, ao índice de produção da indústria transformadora, à situação financeira das famílias, às novas ofertas de emprego e ao enquadramento externo.

Igualmente na sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciou que o indicador de clima económico português subiu em Julho para um máximo de 21 meses.

A Síntese Económica de Conjuntura de Julho do INE mostra que o indicador de clima económico, que reflecte as perspectivas dos empresários da indústria, construção, comércio e serviços, subiu 0,2 por cento no sétimo mês do ano, depois de ter estabilizado em Junho e de ter caído nos meses anteriores.

Este indicador atingiu em Julho o valor mais elevado desde Outubro de 2004. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH